Clarice Lispector Pintora Ver ampliado

Clarice Lispector Pintora

Autor: Marcos Antônio Bessa-Oliveira

ISBN: 978-85-64586-57-4
Formato: 16x23 cm
Paginas: 314


Mais detalhes

R$ 50,00

Clarice Lispector Pintora <p class="font_8"><strong>“Na elaboração deste trabalho de pesquisa, ressalte-se a acuidade<br />teórica e a extrema capacidade de lidar com a bibliografia de crítica<br />biográfica e cultural, o que proporcionará ao leitor o panorama<br />contemporâneo dos estudos acadêmicos realizados com rigor e<br />paixão. A enunciação particularizada do autor demonstra o emprego<br />da escrita autobiográfica como recurso ensaístico, em que é assumido<br />o diálogo entre o sujeito e o objeto, não só pela reprodução da letra<br />manuscrita e da foto junto à de Clarice, mas pelo empenho em não<br />separar a vida da ficção.”</strong></p> <p class="font_8"><strong>Eneida Maria de Souza</strong></p> <p class="font_8"><strong>“Valendo-se de uma opção descolonial, a leitura de Marcos, ao invés<br />de ignorar leituras de base moderna e estetizante, propõe uma<br />articulação outra que desobedece aquele sistema teórico de uma<br />tradição crítica que engessou vida e obra de uma intelectual (e seu<br />respectivo projeto) que buscou romper todas as barreiras impostas<br />pela língua, pelo discurso e pela sociedade de sua época.”</strong></p> <p class="font_8"><strong>Edgar Cézar Nolasco</strong></p>
R$ 40,00

“Na elaboração deste trabalho de pesquisa, ressalte-se a acuidade
teórica e a extrema capacidade de lidar com a bibliografia de crítica
biográfica e cultural, o que proporcionará ao leitor o panorama
contemporâneo dos estudos acadêmicos realizados com rigor e
paixão. A enunciação particularizada do autor demonstra o emprego
da escrita autobiográfica como recurso ensaístico, em que é assumido
o diálogo entre o sujeito e o objeto, não só pela reprodução da letra
manuscrita e da foto junto à de Clarice, mas pelo empenho em não
separar a vida da ficção.”

Eneida Maria de Souza

“Valendo-se de uma opção descolonial, a leitura de Marcos, ao invés
de ignorar leituras de base moderna e estetizante, propõe uma
articulação outra que desobedece aquele sistema teórico de uma
tradição crítica que engessou vida e obra de uma intelectual (e seu
respectivo projeto) que buscou romper todas as barreiras impostas
pela língua, pelo discurso e pela sociedade de sua época.”

Edgar Cézar Nolasco

Fale conosco

           Não encontrou o produto           desejado, envie-nos um           e-mail.

Telefone:11-2365-0744

Enviar e-mail

Newsletter

PayPal