Mulheres ditaduras e memórias Ver ampliado

Mulheres ditaduras e memórias

Autora: Susel Oliveira da Rosa

ISBN: 978-85-64586-45-1

Formato: 16x23 cm

Paginas: 326

Mais detalhes

R$ 45,00

Mulheres ditaduras e memórias <p><strong>Mulheres, ditaduras e memórias é o resultado de três anos de pesquisas e entrevistas com Nilce Azevedo Cardoso, Danda Prado e Flávia Schilling: mulheres que produziram modos singulares de existência, durante e após a ditadura militar. Se Michel Foucault constatou que a política tomou a vida a seus cuidados, não deixou de lembrar também que essa mesma vida escapa aos mecanismos que tentam controlá-la.Nilce – que participou da Ação Popular, foi presa e torturada – investiu na potência política da amizade; Danda – que no exílio passou a fazer parte dos movimentos feministas – criou espaços para o feminismo libertário em terras brasileiras;Flávia – que durante os oito anos de prisão nos cárceres uruguaios manteve seu empenho com o mundo – teceu resistências possíveis e solidárias apesar das grades, muros e calabouços.Entrelaçando memória individual e memória coletiva, o livro aborda também as trajetórias de Delsy Gonçalves de Paula, Yara Gouvêa, Cícera e Jacilene, Vera Magalhães, Alba Mabel, Lia Maciel, “Oso Ogui”, “Anônima”, “Toddy” e tantas outras presentes direta ou indiretamente ao longo de suas páginas.</strong></p>
R$ 36,00

Mulheres, ditaduras e memórias é o resultado de três anos de pesquisas e entrevistas com Nilce Azevedo Cardoso, Danda Prado e Flávia Schilling: mulheres que produziram modos singulares de existência, durante e após a ditadura militar. Se Michel Foucault constatou que a política tomou a vida a seus cuidados, não deixou de lembrar também que essa mesma vida escapa aos mecanismos que tentam controlá-la.Nilce – que participou da Ação Popular, foi presa e torturada – investiu na potência política da amizade; Danda – que no exílio passou a fazer parte dos movimentos feministas – criou espaços para o feminismo libertário em terras brasileiras;Flávia – que durante os oito anos de prisão nos cárceres uruguaios manteve seu empenho com o mundo – teceu resistências possíveis e solidárias apesar das grades, muros e calabouços.Entrelaçando memória individual e memória coletiva, o livro aborda também as trajetórias de Delsy Gonçalves de Paula, Yara Gouvêa, Cícera e Jacilene, Vera Magalhães, Alba Mabel, Lia Maciel, “Oso Ogui”, “Anônima”, “Toddy” e tantas outras presentes direta ou indiretamente ao longo de suas páginas.

Fale conosco

           Não encontrou o produto           desejado, envie-nos um           e-mail.

Telefone:11-2365-0744

Enviar e-mail

Newsletter

PayPal