Nordestino: invenção do ‘‘falo’’ Ver ampliado

Nordestino: invenção do ‘‘falo’’

Autor: Durval Muniz de Albuquerque Júnior

ISBN: 978-85-64586-41-3
Formato: 16x23 cm
Paginas: 254

Mais detalhes

R$ 40,00

Nordestino: invenção do ‘‘falo’’ <p class="font_8"><strong>Este livro foi escrito antes do sucesso internacional alcançado pelas coleções sobre a história da virilidade no Ocidente. Sua primeira publicação, em 2003, veio não apenas cobrir uma lacuna historiográfica mas ampliar o campo de perguntas sobre a cultura e a sociedade brasileiras. Fruto de uma rigorosa e detalhada pesquisa, “Nordestino: invenção do falo” coloca a nu um problema cujas dimensões ultrapassam a história do sexo masculino, atravessam as relações de gênero e as discriminações entre as classes sociais para atingir o cerne da formação dos donos do poder no Brasil.Atento às violentas disputas voltadas a transformar o poder em bem privado, o autor não poupa esforço: esmiúça obras clássicas e jornais pouco conhecidos, questiona a antropologia, a sociologia e a história, indaga sobre a moda, a religião e a ciência para, progressivamente, descobrir como foi possível inventar o macho nordestino e, ainda, transformá-lo numa realidade natural, um destino, uma condição e um fardo. Durval Muniz Albuquerque Júnior considera-o uma questão, mesmo quando ele teima em ser resposta, dever e aptidão. Vai fazê-lo falar, lá onde ele se cala e teme ser investigado.</strong></p> <p class="font_8"><strong>Denise Bernuzzi de Sant’Ann</strong></p>
R$ 32,00

Este livro foi escrito antes do sucesso internacional alcançado pelas coleções sobre a história da virilidade no Ocidente. Sua primeira publicação, em 2003, veio não apenas cobrir uma lacuna historiográfica mas ampliar o campo de perguntas sobre a cultura e a sociedade brasileiras. Fruto de uma rigorosa e detalhada pesquisa, “Nordestino: invenção do falo” coloca a nu um problema cujas dimensões ultrapassam a história do sexo masculino, atravessam as relações de gênero e as discriminações entre as classes sociais para atingir o cerne da formação dos donos do poder no Brasil.Atento às violentas disputas voltadas a transformar o poder em bem privado, o autor não poupa esforço: esmiúça obras clássicas e jornais pouco conhecidos, questiona a antropologia, a sociologia e a história, indaga sobre a moda, a religião e a ciência para, progressivamente, descobrir como foi possível inventar o macho nordestino e, ainda, transformá-lo numa realidade natural, um destino, uma condição e um fardo. Durval Muniz Albuquerque Júnior considera-o uma questão, mesmo quando ele teima em ser resposta, dever e aptidão. Vai fazê-lo falar, lá onde ele se cala e teme ser investigado.

Denise Bernuzzi de Sant’Ann

Fale conosco

           Não encontrou o produto           desejado, envie-nos um           e-mail.

Telefone:11-2365-0744

Enviar e-mail

Newsletter

PayPal