Uma claridade que cega Ver ampliado

Uma claridade que cega

AutorGraça Pires

ISBN: 978-85-6499.034-4

Mais detalhes

R$ 25,00

Uma claridade que cega <p><span style="font-family: Garamond, serif;"><span>entreolhares: várias íris: olhares entre: frestas que muito mostram: o infinito: fazer-se verso: visto: olhar-se: janela-moldura: brincar na casa dos espelhos: possibilidades do ser e do estar: mundos relidos: vislumbres: alumbramentos:</span></span></p> <p align="center"><span style="font-family: Garamond, serif;"><span><strong>+</strong></span></span></p> <p><span style="font-family: Garamond, serif;"><span>centra-se na pluralidade. nas diferenças que, linguagens, se tocam. que nos permitem ver mundos (des)feitos em versos, em sensibilidades diversas. formas sob e sobre. </span></span><span style="font-family: Garamond, serif;">no publicar, a resistência se faz. a arte. que, por sê-la, já é, sempre foi.</span></p> <p align="center"><span style="font-family: Garamond, serif;"><span><strong>=</strong></span></span></p> <p><a name="_GoBack"></a> <span style="font-family: Garamond, serif;"><span>a coleção entreolhares é um projeto editorial para publicação, inicialmente, de poesia. nasceu da percepção de que, apesar do mundo e suas tentativas hegemônicas, as singularidades sempre existirão. e os poetas que ora apresentamos atestam essa resistência. os três títulos iniciais (</span></span><span style="font-family: Garamond, serif;"><span><em><strong>Inconfidências</strong></em></span></span><span style="font-family: Garamond, serif;"><span>, de márcia sandy, </span></span><span style="font-family: Garamond, serif;"><span><em><strong>Cartas às águas passadas</strong></em></span></span><span style="font-family: Garamond, serif;"><span>, de marina b. laurentiis, e </span></span><span style="font-family: Garamond, serif;"><span><em><strong>Uma claridade que cega</strong></em></span></span><span style="font-family: Garamond, serif;"><span>, de graça pires, plurais em suas referências, têm em comum a poesia – apenas e tudo.</span></span></p> <p><span style="font-family: Garamond, serif;"><span>como editores, sentimo-nos cumpridores do nosso dever. boa leitura.</span></span></p> <p><span style="font-family: Garamond, serif;"><span>claudia amorim</span></span></p>
R$ 20,00

entreolhares: várias íris: olhares entre: frestas que muito mostram: o infinito: fazer-se verso: visto: olhar-se: janela-moldura: brincar na casa dos espelhos: possibilidades do ser e do estar: mundos relidos: vislumbres: alumbramentos:

+

centra-se na pluralidade. nas diferenças que, linguagens, se tocam. que nos permitem ver mundos (des)feitos em versos, em sensibilidades diversas. formas sob e sobre. no publicar, a resistência se faz. a arte. que, por sê-la, já é, sempre foi.

=

a coleção entreolhares é um projeto editorial para publicação, inicialmente, de poesia. nasceu da percepção de que, apesar do mundo e suas tentativas hegemônicas, as singularidades sempre existirão. e os poetas que ora apresentamos atestam essa resistência. os três títulos iniciais (Inconfidências, de márcia sandy, Cartas às águas passadas, de marina b. laurentiis, e Uma claridade que cega, de graça pires, plurais em suas referências, têm em comum a poesia – apenas e tudo.

como editores, sentimo-nos cumpridores do nosso dever. boa leitura.

claudia amorim

Fale conosco

           Não encontrou o produto           desejado, envie-nos um           e-mail.

Telefone:11-2365-0744

Enviar e-mail

Newsletter

PayPal