Sindicatos rurais e qualificação profissional – estado, capital e trabalho na agricultura paulista Ver ampliado

Sindicatos rurais e qualificação profissional – estado, capital e trabalho na agricultura paulista

AutorRicardo Luiz Sapia de Campos

ISBN: 978-85-8499-027-6

Formato: 14x21 cm

Paginas: 148

Mais detalhes

R$ 30,00

Sindicatos rurais e qualificação profissional – estado, capital e trabalho na agricultura paulista <p><span style="font-family: Garamond, serif; font-size: 12pt;"><strong>Sindicatos rurais e qualificação profissional – estado, capital e trabalho na agricultura paulista</strong></span></p> <p> <span style="font-size: 10pt;"><strong style="font-family: Garamond, serif;">Ricardo Luiz Sapia de Campos</strong></span></p> <p style="text-align: justify;"><span style="font-family: 'HelveticaNeueLT Std', 'HelveticaNeueLT Std', sans-serif;">Neste livro, o autor analisa experiências de qualificação profissio­nal realizadas por sindicatos rurais do interior do es­tado de São Paulo na passagem do século. Discute as dimensões: estado, capital e trabalho redefinindo a construção institucional destas três esferas. As fendas abertas com a reestruturação produtiva são aborda­das tanto no que tange aos novos perfis profissionais, tendências e oscilações de um “mercado de trabalho”, quanto atividades profissionais e de renda que não inte­gram a construção institucional regulada sobre as rela­ções de trabalho. Analisa experiências de qualificação profissional rural, privilegiando aquelas de recorte sin­dical. Estabelece o que denomina “zonas de interesse” apontando a diversidade e multiplicidade de atividades donde se situa o trabalho produtivo, ou “trabalho vivo”. </span></p>
R$ 24,00

Sindicatos rurais e qualificação profissional – estado, capital e trabalho na agricultura paulista

 Ricardo Luiz Sapia de Campos

Neste livro, o autor analisa experiências de qualificação profissio­nal realizadas por sindicatos rurais do interior do es­tado de São Paulo na passagem do século. Discute as dimensões: estado, capital e trabalho redefinindo a construção institucional destas três esferas. As fendas abertas com a reestruturação produtiva são aborda­das tanto no que tange aos novos perfis profissionais, tendências e oscilações de um “mercado de trabalho”, quanto atividades profissionais e de renda que não inte­gram a construção institucional regulada sobre as rela­ções de trabalho. Analisa experiências de qualificação profissional rural, privilegiando aquelas de recorte sin­dical. Estabelece o que denomina “zonas de interesse” apontando a diversidade e multiplicidade de atividades donde se situa o trabalho produtivo, ou “trabalho vivo”. 

Fale conosco

           Não encontrou o produto           desejado, envie-nos um           e-mail.

Telefone:11-2365-0744

Enviar e-mail

Newsletter

PayPal