Da música folclórica à música mecânica – Mário de Andrade e o conceito de música popular Ver ampliado

Da música folclórica à música mecânica – Mário de Andrade e o conceito de música popular

AutorJuliana Pérez González

ISBN: 978-85-8499-014-6

Formato: 16x23 cm

Paginas: 288

Mais detalhes

R$ 45,00

Da música folclórica à música mecânica – Mário de Andrade e o conceito de música popular <p><span style="font-family: Garamond, serif; font-size: 14pt;"><strong>Da música folclórica à música mecânica – Mário de Andrade e o conceito de música popular</strong></span></p> <p> <strong style="font-family: Garamond, serif; font-size: 12pt;">Juliana Pérez González</strong></p> <p class="western"> <span style="font-size: 10pt;"><span style="color: #000000;"><span style="font-family: Garamond, serif;">A partir da revisão da obra musicológica do intelectual brasileiro Mário de Andrade (1893-1945) é proposta uma história da construção do conceito de </span></span><span style="color: #000000;"><span style="font-family: Garamond, serif;"><em><strong>música popular</strong></em></span></span><span style="color: #000000;"><span style="font-family: Garamond, serif;">. Na passagem do século XIX para o século XX, o universo musical da América Latina viveu importantes mudanças marcadas pela chegada dos modernos meios eletrônicos de comunicação e pelo auge do nascente mundo do espetáculo. As transformações dessa paisagem cultural contribuíram na configuração polissêmica do vocábulo </span></span><span style="color: #000000;"><span style="font-family: Garamond, serif;"><em><strong>música popular, </strong></em></span></span><span style="color: #000000;"><span style="font-family: Garamond, serif;">usado a partir desse momento.</span></span></span></p> <p class="western" align="justify"><span style="font-size: 10pt;"><span style="color: #000000;"><span style="font-family: Garamond, serif;">Identificando algumas das tensões e complexidades no uso do vocábulo</span></span><span style="color: #000000;"><span style="font-family: Garamond, serif;"><em><strong>, </strong></em></span></span><span style="color: #000000;"><span style="font-family: Garamond, serif;">tanto na obra de Mário de Andrade como de alguns colegas da América Hispana, é possível diferenciar entre o conceito de </span></span><span style="color: #000000;"><span style="font-family: Garamond, serif;"><em><strong>música popular, </strong></em></span></span><span style="color: #000000;"><span style="font-family: Garamond, serif;">herdeiro da visão de mundo do romantismo oitocentista, e o surgimento de um novo significado em relação com a música urbana, difundida pelos discos e pela rádio. </span></span></span></p> <p class="western"><span style="font-size: 10pt;"><span style="color: #000000;"><span style="font-family: Garamond, serif;">Este livro leva ao campo da historiografia musical latino-americana as discussões e debates historiográficos posteriores à década de 1970 acerca da construção da </span></span><span style="color: #000000;"><span style="font-family: Garamond, serif;"><em><strong>cultura popular </strong></em></span></span><span style="color: #000000;"><span style="font-family: Garamond, serif;">como derivação de uma elite acadêmica. O enfoque usado e a revisão da literatura da época são relevantes para o campo da historiografia musical da América Latina e propõem um novo olhar sobre a obra musicológica de Mário de Andrade.</span></span></span></p> <p class="western"><span style="font-size: 10pt;"><span style="color: #000000;"><span style="font-family: Garamond, serif;"><br /></span></span></span></p> <p class="western"><span style="font-family: Garamond, serif; font-size: 12pt;"><strong>Prêmio História Social – USP - Capes</strong></span></p>
R$ 36,00

Da música folclórica à música mecânica – Mário de Andrade e o conceito de música popular

 Juliana Pérez González

 A partir da revisão da obra musicológica do intelectual brasileiro Mário de Andrade (1893-1945) é proposta uma história da construção do conceito de música popular. Na passagem do século XIX para o século XX, o universo musical da América Latina viveu importantes mudanças marcadas pela chegada dos modernos meios eletrônicos de comunicação e pelo auge do nascente mundo do espetáculo. As transformações dessa paisagem cultural contribuíram na configuração polissêmica do vocábulo música popular, usado a partir desse momento.

Identificando algumas das tensões e complexidades no uso do vocábulo, tanto na obra de Mário de Andrade como de alguns colegas da América Hispana, é possível diferenciar entre o conceito de música popular, herdeiro da visão de mundo do romantismo oitocentista, e o surgimento de um novo significado em relação com a música urbana, difundida pelos discos e pela rádio.

Este livro leva ao campo da historiografia musical latino-americana as discussões e debates historiográficos posteriores à década de 1970 acerca da construção da cultura popular como derivação de uma elite acadêmica. O enfoque usado e a revisão da literatura da época são relevantes para o campo da historiografia musical da América Latina e propõem um novo olhar sobre a obra musicológica de Mário de Andrade.


Prêmio História Social – USP - Capes

Fale conosco

           Não encontrou o produto           desejado, envie-nos um           e-mail.

Telefone:11-2365-0744

Enviar e-mail

Newsletter

PayPal