Hegemonia e estratégia socialista – por uma política democrática radical Ver ampliado

Hegemonia e estratégia socialista – por uma política democrática radical

AutorHegemonia e estratégia socialista – por uma política democrática radical

ISBN: 978-85-8499-008-5

Formato: 16x23 cm

Paginas: 288

Mais detalhes

R$ 50,00

Hegemonia e estratégia socialista – por uma política democrática radical <p><span style="font-size: 12pt;"><span style="font-family: Garamond, serif;"><strong>Hegemonia e estratégia socialista – por uma política democrática radical</strong></span> </span></p> <p><span style="font-size: 10pt;"><span style="font-family: Garamond, serif;"><strong>Ernesto Laclau e Chantal Mouffe</strong></span> </span></p> <p><span style="font-family: Garamond, serif; font-size: 10pt;"><strong>Tradução: Joanildo A. Burity, Josias de Paula Jr e Aécio Amaral</strong></span></p> <p align="justify"><span style="font-family: Garamond, serif; font-size: 10pt;">Esta obra seminal repensa a relação entre democracia e socialismo ao abordar o descompasso entre a "revolução democrática" de fins do séc. XVIII e o imaginário político jacobino que aí surge e que predominaria no marxismo no séc. XX. Como alternativa ao monismo jacobino, a categoria "hegemonia" é reativada e revela uma lógica política na qual os atores coletivos se constituem pelo antagonismo, ao invés de uma identidade essencial ou privilégio epistemológico. A expansão subversiva da "revolução democrática" presume que a diversidade de antagonismos excede uma ordem concebida em termos de determinação econômica ou de um consenso dialógico intersubjetivo. </span></p> <p align="justify"><span style="font-family: Garamond, serif; font-size: 10pt;">Trinta anos após sua publicação original, esta tradução demonstra que Hegemonia é crucial ao entendimento das lutas atuais de resistência e emancipação.</span></p>
R$ 40,00

Hegemonia e estratégia socialista – por uma política democrática radical 

Ernesto Laclau e Chantal Mouffe 

Tradução: Joanildo A. Burity, Josias de Paula Jr e Aécio Amaral

Esta obra seminal repensa a relação entre democracia e socialismo ao abordar o descompasso entre a "revolução democrática" de fins do séc. XVIII e o imaginário político jacobino que aí surge e que predominaria no marxismo no séc. XX. Como alternativa ao monismo jacobino, a categoria "hegemonia" é reativada e revela uma lógica política na qual os atores coletivos se constituem pelo antagonismo, ao invés de uma identidade essencial ou privilégio epistemológico. A expansão subversiva da "revolução democrática" presume que a diversidade de antagonismos excede uma ordem concebida em termos de determinação econômica ou de um consenso dialógico intersubjetivo.

Trinta anos após sua publicação original, esta tradução demonstra que Hegemonia é crucial ao entendimento das lutas atuais de resistência e emancipação.

Fale conosco

           Não encontrou o produto           desejado, envie-nos um           e-mail.

Telefone:11-2365-0744

Enviar e-mail

Newsletter

PayPal