Ditaduras – a desmesura do poder Ver ampliado

Ditaduras – a desmesura do poder

AutorNildo Avelino, Ana Montoia, Telma Dias Fernandes (orgs.)

ISBN: 978-85-8499-005-4

Formato: 16x23 cm

Paginas: 394

Mais detalhes

R$ 50,00

Ditaduras – a desmesura do poder <p><span style="font-family: Garamond, serif; font-size: 12pt;"><strong>Ditaduras – a desmesura do poder</strong></span></p> <p><span style="font-family: Garamond, serif; font-size: 12pt;"><strong>Nildo Avelino, Ana Montoia, Telma Dias Fernandes (orgs.)</strong></span></p> <p><span style="font-family: Garamond, serif; font-size: 12pt;"><strong>Amelinha Teles, Paulo Giovani Antonino Nunes, Leonardo Sá, Federico Finchelstein, Rodrigo Freire de Carvalho e Silva, Pablo Picato, Fabio Gentile, Carlo Romani, Fernando Kolleritz, Fábio Landa, Walter Kohan, Roberto Romano, Maria Sylvia de Carvalho Franco</strong></span></p> <p class="western"><span style="font-size: 10pt;"><span style="font-family: Garamond, serif;">A foto de capa, registro de Francis­co Ripó, ilustra bem os cantos de Hesíodo, que servem de epígrafe à coletânea. É o que há a temer: essa ave de rapina rondando as Tulhe­rias, no coração do país </span><em style="font-size: medium; font-family: Garamond, serif;">expert </em><span style="font-family: Garamond, serif;">na arte de providenciar golpes de Es­tado legais, ou na arte de empres­tar aparência legal aos golpes de Estado. São harpias, corvos, abu­tres, águias, milhafres, falcões e gaviões, esses símbolos do poder por excelência, que o poder apren­deu a mimetizar, e que condenam os mais frágeis a serem devorados, ou a servir-lhes, como indicara Max Weber, em gaiola dourada...</span></span></p> <p class="western" align="JUSTIFY"><span style="font-family: Garamond, serif; font-size: 10pt;">O presente volume da coleção CONTRASSENSOS, engajando-se em pensar <em>contra </em>as ditaduras, busca entender suas origens e seu atroz legado. A contribuição dos autores entende sublinhar que a resistência às ditaduras apela ao direito de existir e ao direito a dissentir. Por isso, será sempre jus­tiça, jamais vingança. A esperança dos organizadores, com esse volu­me, é que se possa pensar e agir, a <em>contrassenso</em>, contra a desmesura do poder, de qualquer poder.</span></p>
R$ 40,00

Ditaduras – a desmesura do poder

Nildo Avelino, Ana Montoia, Telma Dias Fernandes (orgs.)

Amelinha Teles, Paulo Giovani Antonino Nunes, Leonardo Sá, Federico Finchelstein, Rodrigo Freire de Carvalho e Silva, Pablo Picato, Fabio Gentile, Carlo Romani, Fernando Kolleritz, Fábio Landa, Walter Kohan, Roberto Romano, Maria Sylvia de Carvalho Franco

A foto de capa, registro de Francis­co Ripó, ilustra bem os cantos de Hesíodo, que servem de epígrafe à coletânea. É o que há a temer: essa ave de rapina rondando as Tulhe­rias, no coração do país expert na arte de providenciar golpes de Es­tado legais, ou na arte de empres­tar aparência legal aos golpes de Estado. São harpias, corvos, abu­tres, águias, milhafres, falcões e gaviões, esses símbolos do poder por excelência, que o poder apren­deu a mimetizar, e que condenam os mais frágeis a serem devorados, ou a servir-lhes, como indicara Max Weber, em gaiola dourada...

O presente volume da coleção CONTRASSENSOS, engajando-se em pensar contra as ditaduras, busca entender suas origens e seu atroz legado. A contribuição dos autores entende sublinhar que a resistência às ditaduras apela ao direito de existir e ao direito a dissentir. Por isso, será sempre jus­tiça, jamais vingança. A esperança dos organizadores, com esse volu­me, é que se possa pensar e agir, a contrassenso, contra a desmesura do poder, de qualquer poder.

Fale conosco

           Não encontrou o produto           desejado, envie-nos um           e-mail.

Telefone:11-2365-0744

Enviar e-mail

Newsletter

PayPal