Homens de nação e de negócios – redes comerciais no mundo ibérico (1580-1640) Ver ampliado

Homens de nação e de negócios – redes comerciais no mundo ibérico (1580-1640)

AutorAna Hutz

ISBN: 978-85-8499-087-0

Mais detalhes

R$ 45,00

Homens de nação e de negócios – redes comerciais no mundo ibérico (1580-1640) <p class="western" align="justify"><span style="font-family: Garamond, serif;"><span>Em </span></span><span style="font-family: Garamond, serif;"><span><em>Homens de nação e de negócio</em></span></span><span style="font-family: Garamond, serif;"><span>, Ana Hutz traz elementos das origens religiosas de volta à história, e leva o estudo dos mercadores cristãos novos portugueses para um diálogo direto com a história das Inquisições Ibéricas. Ciente de que os estudos modernos deixam claro que a Inquisição não era uma instituição monolítica e estável e que a história mutável de sua relação com o Estado muitas vezes deu forma ao seu tratamento e perseguição aos cristãos novos, ela apresenta uma visão geral da estrutura e da história da Inquisição que proporciona ao leitor um olhar atualizado de sua operação e alguns dos mais importantes debates acerca de suas origens, políticas e práticas. A seguir, a autora utiliza esse contexto para emoldurar a maior contribuição de seu livro: uma reconstrução micro-histórica detalhada da rede familiar de António Fernandes d’Elvas, um dos mais importantes comerciantes cristãos novos portugueses durante um período crucial na história política e religiosa do mundo ibérico: a união de Espanha e Portugal sob os Habsburgo espanhóis entre 1580 e 1640. </span></span></p> <p class="western" align="justify"><span style="font-family: Garamond, serif;"><span>Eis um livro que será de interesse tanto de estudiosos sobre os cristãos novos, como do leitor em geral, interessado nos aspectos econômicos e religiosos da criação do Mundo Moderno. </span></span></p> <p class="western" align="justify"><span style="font-family: Garamond, serif;"><span><strong>Do prefácio de Stuart B. Schwartz (Yale University)</strong></span></span></p>
R$ 36,00

Em Homens de nação e de negócio, Ana Hutz traz elementos das origens religiosas de volta à história, e leva o estudo dos mercadores cristãos novos portugueses para um diálogo direto com a história das Inquisições Ibéricas. Ciente de que os estudos modernos deixam claro que a Inquisição não era uma instituição monolítica e estável e que a história mutável de sua relação com o Estado muitas vezes deu forma ao seu tratamento e perseguição aos cristãos novos, ela apresenta uma visão geral da estrutura e da história da Inquisição que proporciona ao leitor um olhar atualizado de sua operação e alguns dos mais importantes debates acerca de suas origens, políticas e práticas. A seguir, a autora utiliza esse contexto para emoldurar a maior contribuição de seu livro: uma reconstrução micro-histórica detalhada da rede familiar de António Fernandes d’Elvas, um dos mais importantes comerciantes cristãos novos portugueses durante um período crucial na história política e religiosa do mundo ibérico: a união de Espanha e Portugal sob os Habsburgo espanhóis entre 1580 e 1640.

Eis um livro que será de interesse tanto de estudiosos sobre os cristãos novos, como do leitor em geral, interessado nos aspectos econômicos e religiosos da criação do Mundo Moderno.

Do prefácio de Stuart B. Schwartz (Yale University)

Fale conosco

           Não encontrou o produto           desejado, envie-nos um           e-mail.

Telefone:11-2365-0744

Enviar e-mail

Newsletter

PayPal